6 de out de 2017

Publicado em:

Planta brasileira pode ser solução para a cura da Aids, apontam pesquisadores

saúde


Sim, a cura da Aids pode estar escondida nas florestas brasileiras, mais especificamente dentro da trepadeira Abrus pulchellus tenuiflorus, típica do país. A novidade foi publicada pela revista científica Nature, após estudos feitos pelo Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos, mantido pela Universidade de São Paulo.

Comandado pelo pesquisador Mohammad Sadraeian, o time descobriu que a planta possui uma proteína chamada Pulchellina que, se combinada com anticorpos desenvolvidos exclusivamente para detectar o vírus HIV, pode ser usada para curar a doença. Isso porque, em apenas 10 minutos, ela é capaz de matar cerca de 90% das células infectadas no corpo. E o mais bacana: sem agredir os glóbulos brancos saudáveis.

Os medicamentos atuais causam vários efeitos colaterais aos pacientes, como vômito e diarreia, e ainda atacam apenas os vírus que estão circulando pelo corpo. Já a proteína Pulchellina é capaz de matar, inclusive, os vírus que estão encubados ou “escondidos” pelo corpo, garantindo uma eficiência muito maior no tratamento.

Ficou animado? A gente também! Mas calma: segundo os pesquisadores, tratam-se apenas de estudos iniciais e ainda levarão alguns anos até a substância poder ser testada em seres vivos. Ainda assim é um começo bastante promissor e que está movimentando a comunidade científica.

Que o Brasil é rico em biodiversidade a gente já sabia. Mas já pensou se tivermos mesmo no nosso quintal a cura para a Aids?

Foto: Wikimedia Commons

Fonte: http://thegreenestpost.bol.uol.com.br

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: