15 de set de 2017

Publicado em:

Empresa africana quer abastecer Europa com energia solar do Saara

notícias
Até dois milhões de residências europeias podem ser beneficiadas.



Uma companhia de energia da Tunísia, país africano, está estudando uma maneira de construir um parque solar de 4.5GW no deserto do Saara para abastecer três países europeus via cabos submarinos.
Este, segundo o The Guardian, é maior projeto de exportação de energia em desenvolvimento.
Itália, França e o arquipélago de Malta seriam os beneficiados segundo o projeto da empresa TuNur.

A ideia é começar por Malta, até 2021. No ano seguinte, o primeiro de dois cabos chegaria à Itália e a conexão francesa seria realizada até 2024.

A companhia estima que, com torres de até 200 metros de altura, a energia solar do Saara poderá abastecer até dois milhões de residências europeias.

Outro ponto, é a criação de 20 mil postos de trabalho. O número inclui a desenvolvedor solar com sede em Londres, Nur Energie, além dos desenvolvedores tunisinos e malteses.

Chafik Ben Rouine, porta-voz do Observatório Econômico da Tunísia, questionou a credibilidade da companhia levando em consideração o portfólio de projetos pequenos até então. Agora, depende do governo do país da África do Norte aprovar ou não o projeto.



Fotos: TuNur/Divulgação
Redação CicloVivo

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: