26 de ago de 2017

Publicado em:

Reciclagem de madeira ganha patente verde em Tubarão/SC

variedades



A destinação final do lixo da construção civil é uma incógnita. Muitas vezes o entulho é retirado de obras e despejado de forma clandestina e cruel em terrenos baldios, margens de rios e nas periferias urbanas. Em Florianópolis, um empreendedor encontrou uma solução para o problema que espanta este fantasma.

Mario Correa Ferminio, 49 anos, consegue transformar com as próprias mãos a madeira deixada pela construção civil em obras de arte – um anjo da obra prima. O lixo de madeira recebe limpeza e impermeabilização, depois vira um produto vitalício. O segredo desta técnica está no material utilizado que é composta por madeira, cola, prego, resina epóxi e muita criatividade. Todo o processo iniciou através da reciclagem do lixo de prancha de surf e também com a construção de cubas de madeiras. “Nesse momento procurei madeira no lixo, pois tinha parado de fazer pranchas e foi quando vi uma grande quantidade de madeira de um prédio ser jogada fora, procurei informação para saber se alguém tinha pensado nisso, mas nada encontrei somente paliativo. Quando finalizei o processo, decidi patentear e por se tratar de um gerenciamento de resíduo, se encaixava em patente verde, pois esse processo combate o aquecimento global”, confessa o empreendedor catarinense.

Minimizando impactos

Os resíduos da construção civil podem levar séculos para se decompor. Mas o trabalho realizado por Ferminio combate o desperdício e minimiza a grande quantidade de entulho gerada pelas construções, fomentando a reciclagem. “Dentro dessa reciclagem vejo um grande potencial para ajudar o meio ambiente. A madeira é nosso único depósito de carbono e como consigo transformar essa madeira em um produto vitalício, acho que poderia em muito, ajudar o desmatamento na Amazônia, pois todos querem aquela madeira por ser resistente. Mas aplicado essa resina na madeira, consigo deixar mais resistente e sem precisar de manutenção”, explica.

O conceito de Patente Verde foi criado com o objetivo de contribuir com as mudanças climáticas e ecológicas, buscando novas tecnologias e métodos voltados à sustentabilidade, visando sempre à preservação do meio ambiente. “Esse projeto ganhou a primeira patente verde na área da construção civil no Brasil e se encaixa em todos os itens para uma construção totalmente sustentável e ecológica”, finalizou. [FONTE]

Conheça o trabalho em https://www.facebook.com/mfecodesign/

Fonte: http://verdademundial.com.br/

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: