25 de jul de 2017

Publicado em:

Uso de termômetro de mercúrio será banido em 2019

notícias
Proibição dos produtos compostos de mercúrio vai ajudar a minimizar os danos causados à saúde humana e a preservar o meio ambiente.


O descarte correto da substância ainda está sendo estudado pelo Anvisa

O mercúrio é um composto químico obtido por meio da ustulação (processo químico que expele uma determinada substância de outra) de sulfatos e outros minerais. Ele é muito utilizado em garimpos, em antigas fábricas de cloro e soda, e na fabricação de pilhas de óxido de mercúrio e termômetros. Porém, o que poucas pessoas sabem é que esse composto pode ser extremamente prejudicial para a saúde dos seres humanos e para o meio ambiente.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, entre 2006 e 2014, 188 casos de contaminação foram confirmados, devido aos efeitos tóxicos do mercúrio no organismo. Desta forma, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) decidiu banir em 2019 a fabricação, o uso ou a importação dos termômetros e aparelhos de pressão com mercúrio.

A proposta que está em andamento desde o ano passado, esse mês teve sua confirmação na 51ª Reunião Ordinária da Comissão Nacional de Segurança Química (Conasq) e traz muitos benefícios para o meio ambiente, como o auxílio na diminuição das emissões e liberações do produto na natureza.

O acordo assinado pelo governo brasileiro e aprovado no dia 04 de julho pelo Congresso Nacional cuida do banimento do mercúrio de produtos e processos também capazes de colocar em risco a saúde humana, uma vez que eles podem trazer sérios danos mesmo em pequenas quantidades.

Em matéria publicada no site do MMA, Letícia Reis, coordenadora geral de Qualidade Ambiental e Resíduos do MMA, “essa é uma medida defendida no Conasq há muito tempo e antecipa a implementação da Convenção de Minamata sobre Mercúrio, que previa a medida para 2020”.

A ANVISA está estudando as melhores formas para o descarte correto do produto, para adequá-las à Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Claro, que novas tecnologias e alternativas estão chegando para substituir esses produtos, como os termômetros digitais, que já são bastante populares no país.

Além da proibição do uso desses instrumentos compostos com mercúrio, a reunião abordou outros assuntos muito importantes, tais como: amianto, sulfluramida utilizada como isca formicida, retardantes de chama em eletroeletrônicos e chumbo em tintas.

Fonte: http://www.pensamentoverde.com.br

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: