4 de mai de 2017

Publicado em:

Moradora de Ponta Grossa faz “cãodomínios” para proteger animais do frio

curiosidades
A estrutura possui janela, telhado e cobertor.



Os termômetros caíram no Brasil inteiro. O frio pode ser bem cruel, principalmente entre animais e pessoas que já vivem na rua e ficam ainda mais vulneráveis. Pensando nisso, uma morada de Ponta Grossa, no Paraná, que já se dedica a causa animal criou casinhas coletivas para que os cachorros possam se abrigar das rigorosas temperaturas da região sul do país.

Batizado de “cãodomínio”, a estrutura foi construída por Joaninha Nabozny Jonsson e possui janela, telhado, cobertor e uma placa lembrando que eles estão (ou deveriam estar) protegidos pela lei N. 17.422/2012. Sorriso, Branca, Grandão e Preta são os atuais moradores da residência animal.

Desde que divulgou o trabalho, em seu perfil no Facebook, Joaninha já recebeu mais de duzentos comentários elogiando a atitude. O post já obteve mais de seis mil compartilhamentos, viralizando nas redes sociais e portais de notícia. Ela ressalta que qualquer pessoa pode construir um cãodomínio para instalar os cachorros.

Apaixonada por animais, a voluntária também explica que os cãodomínios são feitos para cães comunitários. “Os cães precisam estar castrados (macho e fêmea), vacinados (com carteirinha) e vermifugados, também precisam de pessoas que se responsabilizem com os cuidados necessários (alimentação e medicação quando necessário). É importante proteger os cães e o cãodomínio”, afirma.









Redação CicloVivo

Fotos: Joaninha Nabozny Jonsson

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |:

Fechar