8 de mar de 2017

Publicado em: ,

Câmara de Vereadores de Assaí diz 'não' ao 'fracking'

destaques notícias


Por iniciativa da vereadora Michelle Matie Morikawa (PPS), todos os nove vereadores de Assaí (PR) assinaram projeto de lei proibindo, em toda a extensão do município, a prática de fraturamento hidráulico, também conhecido como “fracking”, utilizado para realizar perfurações e extração de gás, o chamado gás xisto, ou gás de folhelho (shale gas).

Durante sessão ordinária da noite desta segunda-feira (06), os legisladores assaienses receberam a visita do gerente Osvaldo Mishima e da advogada Flávia de Sá Sotto Maior, consultora jurídica das entidades 350.org e COESUS (Coalização Não Fracking Brasil).

Em 23 de dezembro de 2016, o governador Beto Richa já havia sancionado projeto de lei que suspende por dez anos o licenciamento ambiental de qualquer atividade de perfuração ou exploração de gás de xisto pelo polêmico método do fraturamento hidráulico (fracking). A Lei 18.947/2016 foi publicada no Diário Oficial nº 9.849 e passou a valer de forma imediata, tornando o estado do Paraná no primeiro do país a suspender os avanços do “fracking” em seu território.

Fracking

O processo de fraturamento hidráulico é uma tecnologia desenvolvida para extração de gás de xisto em camadas ultraprofundas. Ele consiste na perfuração do solo, por meio de uma tubulação, por onde são injetados de sete a 15 milhões de litros de água e mais de 600 produtos químicos – inclusive substâncias que seriam cancerígenas. Grande quantidade de água é usada para explosão das rochas, e os produtos químicos, para mantê-las abertas para passagem do gás.

Além da alta contaminação subterrânea, cerca de 15% da água poluída com os resíduos tóxicos retorna à superfície, sendo armazenada em “piscinões” a céu aberto.

Pesquisas relacionam o uso do fracking às mudanças climáticas, favorecendo secas, enchentes, tufões e terremotos. Além do prejuízo ambiental, o prejuízo econômico também é alto, uma vez que diversos países já não importam alimentos produzidos em solo contaminado pelo método.

Fonte: http://gazetaassai.blogspot.com.br

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |:

Fechar