23 de nov de 2016

Publicado em:

A fazenda que fica no meio do deserto e cultiva orgânicos usando água do mar (Texto e vídeo)

notícias

Sim, uma plantação de alimentos orgânicos no meio do deserto! Nada convencional, é verdade. Mas extremamente eficiente: ela fica no sul da Austrália e (acredite!) produz cerca de 17 mil toneladas de tomates orgânicos por ano.

A “mágica” é feita pela empresa Sundrop, que desenvolveu um sistema que utiliza apenas água do mar e energia solar para cultivar os alimentos.

A energia é produzida localmente, por meio de 23 mil espelhos estrategicamente posicionados para refletir a luz do sol até uma torre de geração de eletricidade. Já a água do mar é bombeada do Golfo de Spencer, que fica a dois quilômetros do local, até uma usina de dessalinização, que remove o sal da água, deixando-a ideal para irrigação dos alimentos.

Os tomates, por sua vez, são cultivados dentro de estufa, por meio de um sistema hidropônico, que dispensa o uso do solo do deserto no processo de plantio. Confira, no vídeo abaixo, como o sistema funciona!



O investimento não é dos menores: a Sundrop gastou US$ 200 milhões para colocar essa fazenda em funcionamento no meio do deserto australiano. Ainda assim, a empresa aposta que se trata de uma alternativa e tanto para cultivar alimentos em lugares até então considerados inóspitos. Tanto que pretende construir novas fazendas na Austrália, nos EUA e em Portugal. Interessante, não?

Foto: Divulgação/Sundrop

Fonte: http://thegreenestpost.bol.uol.com.br/

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: