1 de ago de 2016

Publicado em: ,

Vacina Contra a Dengue: Vilão ou Aliado no Combate a Doença? -

destaques saúde

Por Biólogo Caio Fernandes

Com a chegada da nova vacina contra a Dengue, tenho observado em diversos sites e jornais que a novidade acabará com a doença que está dando um “”Olé””em várias cidades do Brasil e do mundo. Mas, temo que a novidade possa ter efeito contrário ao de facilitar o combate à doença. Isso se deve ao “jeitinho brasileiro ” de ser, uma vez que pode-se acabar deixando de lado os cuidados básicos como a limpeza das cidades e “do quintal de casa”.

Não é novidade para ninguém que vários países estão numa batalha árdua contra o mosquito Aedes aegypti, devido ao seu rápido poder adaptativo e fácil proliferação em diversos locais e ambientes urbanos. Fazendo uma pesquisa rápida pela internet, não é difícil de achar notícias deixando claro, que a vacina será a salvação do mundo.

O que mais me preocupa de fato, é que nós não estamos preparados para novas epidemias que com certeza ocorrerão em diversas cidades brasileiras. Com a chegada do inverno, muitas pessoas, e municípios deixaram de fazer a lição básica de casa, achando que as larvas e os mosquitos não sobrevivem a baixas temperatura. O que é muito errado!!

Segundo pesquisadores de renomados institutos de referências no Brasil e no mundo, as larvas do mosquito aguentam temperaturas negativas por vários meses, e o pior, os ovos podem ficar meses e até anos esperando um mínimo contato com a água, para eclodirem e começar novamente o ciclo reprodutivo.

Ainda sobre a vacina, em algumas cidades estas podem custar, isso mesmo serão cobradas, de R$ 350,00 a dose á R$ 1050,00 o tratamento completo. Ainda não se sabe quais cepas dos vírus estão incluídos nestas vacinas, uma vez que de grosso modo, sabemos que existem 4 tipos de vírus da Dengue (DEN1, DEN2, DEN3 3 DEN4).

Segundo os informativos da vacina: “O tratamento com a vacina inclui três doses, com seis meses de intervalo entre elas. Vacinada, a pessoa tem de 66% a 70% de chances de não ter a doença. E, mesmo se contrair o vírus, em 82% dos casos, o paciente tem sintomas leves e não precisa de internação”. Entre os motivos está a preocupação pelo fato de a vacina não proteger igual contra todos os tipos de vírus da dengue e contribuir para complicações se a pessoa pegar o vírus que o imunizante não combate tão bem.

Outra preocupação importante, é que a vacina foi vetada em crianças pequenas que nunca tinham recebido antes porque as que receberam foram parar no hospital com sintomas da doença em testes realizados fora do país. Fora as pessoas que chamamos de “Pacientes de Risco”: Diabéticos, Hipertensos, etc.

A melhor maneira ainda de combater o mosquito e suas doenças, são sem sombras de dúvidas a limpeza diárias de locais onde possam acumular água. Temo que com a chegada da primavera e do verão nossos casos de epidemia cresçam consideravelmente em nosso país.

Zika Vírus:

Uma pesquisa inédita divulgada em julho de 2016 pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) detectou a presença do vírus zika em mosquitos Culex quinquefasciatus (a popular muriçoca ou pernilongo doméstico) coletados na cidade do Recife.

Esse achado confirma a espécie como potencial vetor do vírus causador da zika, hipótese que, de acordo com a literatura científica, não havia sido comprovada até o momento. Ainda serão necessários, porém, estudos adicionais para avaliar o potencial da participação do Culex na disseminação do vírus zika e seu real papel na epidemia.

O estudo atual tem grande relevância, uma vez que as medidas de controle de vetores são diferentes. Até os resultados de novas evidências, a política de controle da epidemia de zika continuará pautada pelas mesmas diretrizes, tendo seu foco central no controle do Aedes aegypti.

Lição de Casa:


Fonte: http://programaterritorioanimal.com.br/

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: