22 de abr de 2016

Publicado em:

Pantanal pode ter sua temperatura aumentada em 7°C até 2100, revela estudo.

meio ambiente
Alta da temperatura pode impactar a vida dos animais e vegetais.

Meteorologistas afirmam que a temperatura pode ultrapassar os 50°C nos dias mais quentes do ano.

Uma pesquisa realizada na maior planície alagada do mundo, o Pantanal, por um grupo de especialistas comandado pelo hidrologista e meteorologista José Antonio Marengo Orsini, do Centro de Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), apresentou estimativas preocupantes para a região ao final deste século.

De acordo com a informação, a aplicação dos modelos climáticos globais do 5º Relatório de Avaliação (AR5) do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) de 2014 ao Pantanal, mostrou como as alterações climáticas do planeta influenciarão a área e o que se projeta para a região no futuro. Conforme apurado pelo estudo, o Pantanal poderá ter sua temperatura média aumentada em até 7°C.

Para as comunidades que vivem na região e as espécies animais que tem o Pantanal como habitat natural, a elevação de temperatura será responsável por grandes transformações no seu estilo de vida – sobretudo, para suas próximas gerações. O estudo, redigido com apoio da FAPESP e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT), apontou uma série de novas características que estarão presentes em 2100.

Atualmente, o Pantanal recebe cerca de 1.000 a 1250 milímetros de chuva ano após ano, contando com uma temperatura média próxima aos 24°C, podendo chegar aos 41°C em uma boa temporada de calor. Traduzindo os dados pluviométricos gerados pelo relatório, a nova realidade indica a diminuição de até 40% do volume de chuva – impactando diretamente nas características naturais da região.

Com a nova temperatura estabelecida, a vegetação do Pantanal sofreria com grandes mudanças, sendo substituída por espécies mais acostumadas com habitats mais áridos, e, consequentemente, populações de animais herbívoros teriam sérios problemas com sua alimentação e estilo de vida neste novo cenário. “O dia mais quente do ano pode vir a ser até 10°C mais quente do que hoje”, aponta o meteorologista em entrevista à Agência Fapesp.

O estudo completo pode ser conferido junto a uma série de outras pesquisas apresentadas no livro Dynamics of the Pantanal Wetland in South America.

Fonte: http://www.pensamentoverde.com.br/

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: