15 de jan de 2016

Publicado em:

Consumo de produtos animais: você tem certeza sobre suas convicções?

variedades

Muitas pessoas, em especial quem é assumidamente carnista, se deixam carregar por certezas e convicções sobre ser aceitável, normal, bom e saudável consumir produtos animais, em especial carne e laticínios. Nesta época em que as discussões sobre os Direitos Animais se expandem e quase não podem mais ser ignoradas, vale se dar a oportunidade de testar essas certezas, verificar se elas realmente condizem com a realidade.

Talvez você, caso ainda consuma produtos de origem animal, esteja munido(a) de diversas convicções sobre esse consumo e as considere algo “óbvio” ou “natural”. Diante delas, convido a fazer perguntas cujas respostas permitirão a você conferir se elas realmente são verdadeiras ou apenas crenças falsas:

1. Se você acredita que o ser humano faz parte de uma cadeia alimentar inescapável e é o topo dela, pergunte-se o que é uma cadeia alimentar e se ela, segundo a Biologia de hoje, realmente é uma hierarquia com base e topo (ao invés de, por exemplo, um ciclo) que beneficia muito mais os que estão “lá em cima” do que os que estão “lá embaixo”;

2. Se você acha que vegans e vegetarianos são infelizes por não consumirem alimentos de origem animal, o que acha de conhecê-los pessoalmente, e não mais prejulgar a vida deles por olhá-la de muito longe?

3. Se um ser humano comer bacon industrializado ou carne bovina é tão natural quanto um leão comer a carne de suas presas, procure saber por que o humano adoece quando come muito bacon ou muita carne bovina regularmente e se o leão precisa criar suas presas em fazendas, mutilá-las ao longo da vida, usar instrumentos e máquinas para transformá-las em comida e fritar ou cozinhar a carne que vai comer;

4. Se consumir carne e laticínios é essencial à saúde, procure saber quantos por cento da população vegana e vegetariana vive doente e não sobrevive muito tempo a uma alimentação sem alimentos de origem animal;

5. Se a “comida dos onívoros” defeca na “comida dos vegetarianos”, pesquise quais alimentos mais costumam vir com coliformes fecais acima do limite estipulado pelas autoridades sanitárias;

6. Se para você é fora do aceitável alguns vegans defenderem os animais com apelo emocional, pense se é mais racional e aceitável carnistas assumidos usarem de ofensas antiveganas, de exaltações quase religiosas ao bacon e ao churrasco e fazerem menções zombeteiras ao “sofrimento da alface”;

7. Se comer carne, queijo e ovos e tomar leite e mel são questões puramente de escolha, procure saber se os animais que são explorados e mortos pela pecuária, pesca e apicultura escolheram “fornecer” tais produtos e se isso faz bem a eles;

8. Se o consumo de produtos animais é necessário à sobrevivência do ser humano, procure saber por que vegans e vegetarianos tanto discordam de você como vivem bem sem esses alimentos supostamente necessários;

9. Se você acredita que a impossibilidade de boicotar remédios e vacinas justifica o consumo de alimentos de origem animal, tente pensar no que uma coisa tem a ver com a outra;

10. Se você realmente pensa que consumir produtos de origem animal “não tem nada de mais”, procure saber as razões de vegans e vegetarianos discordarem de você.

Antes de assumir essas crenças como algo óbvio que “não tem por que questionar”, pense no quanto as certezas precipitadas restringem a capacidade que você tem de entender o mundo e, assim, viver bem e se integrar a ele, e podem inclusive fazer mal a você sem que perceba. Abrir-se à possibilidade de refletir sobre aquilo em que você crê pode ser a melhor coisa que terá acontecido em sua vida, uma vez que uma percepção mais aguçada e benéfica da realidade se abrirá, junto com um universo inteiro de novas possibilidades.

Fonte: Anda - Veganagente - http://www.espacoecologiconoar.com.br/

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: