30 de jun de 2014

Publicado em:

Inextricável

dedo de prosa


Ultimamente a turma do Dedo tem se encontrado com mais frequência. A abundância de assuntos chama o pessoal.

Geada no litoral, só pra lembrar, aconteceu. Mr, John e sua indefectível câmera fotográfica registrou o fenômeno aqui pelas praias. Neve, então, em Guarapuava passou da conta.

Hoje, na velha enseada, quase já sem tocos pra sentar, pois o mar está levando tudo e avançando, foram se achegando uns e outros. Algumas ausências, em função de compromissos de última hora, muito frio e assim por diante.

Terézio, com seu jeitão simples, pediu várias explicações que acabaram deixando o grupo meio de saia justa.
Começou falando dos estádios que foram e estão sendo construídos para a copa do mundo. É dinheiro demais Seu Mito, é muito dinheiro e alguns deles, depois da dita copa, vão servir pra que? Lá em Manaus construíram a tal da Arena Amazônia e ouvi falar que vão gastar uns 700 milhões. Lá em Curitiba outro mundão de dinheiro. E nós, o povo?

Bate uma tristeza Seu Mito, dói o peito de amargura. Tanta gente sem atendimento médico, morrendo nos corredores de postos de saúde e hospitais e por quê?
Não podia ser diferente? Estes homens e mulheres bem vestidos, cheirosos, com belos carros, que são da política e ganham rios de dinheiro não podiam melhorar a nossa vida? E dizem, que alguns até roubam. É verdade Seu Mito?

Na televisão só dá notícia que condenaram o mensalão e de repente descondenaram. Vi que um deles parece que vai ser condenado e vai pra cadeia semiaberta. Como é que é isso? Um homem da TV disse que o cara durante o dia fica lá no tal de senado e a noite vai dormir na cadeia. Então, ele é senador daqueles que a gente votou e continua senador dormindo na cadeia? Pode? Dizem que tem mais dois ainda.

Olha turma, eu não entendo e não quero acreditar. Será que é assim no mundo inteiro?

Silêncio no pedaço!

Cesário emendou: por que o meu pai ganha um salário mínimo de aposentadoria. Que não dá nem 700? E o sujeito que “trabalha” como governador, depois de 4 ou 8 anos, é aposentado com 24.000?

Benê ataca: vocês sabem o que é emenda parlamentar? Seguinte: cada congressista tem “direito” a uma baita soma anual com o título acima.
Só na semana passada, numa pancada, foram liberados 6 (eu disse seis) bilhões pra galera. São bilhões e não milhões.

Outra coisa Seu Mito: o camarada pratica um crime e é condenado a prisão e aí passa a ganhar mais que um salário mínimo todo mês. Pode?

E o professor? Estuda muitos anos para ensinar, ganha pouco, até menos que um vereador. Alguns deles, somando salário e “diárias” batem nos 10 mil e mal sabem escrever o nome. Tô falando de cidade pequena!

Novamente o silêncio!

Terézio e Benê, entendo vocês, pois, também vivo problemas semelhantes. O que devemos fazer é valorizar o nosso voto nas eleições. Votar em candidatos identificados com nossas causas.

Desculpe Seu Mito, interfere Terézio: essa conversa já ouvi um monte de vezes. Sempre procuro escolher o melhor, mas é difícil de achar. Eu tô desacorçoado. Quase todo dia tem uma maracutaia nova e outras tramoias no meio daqueles em quem nós votamos.

Deixe eu continuar. Me ensinaram que quase todos os países têm a Suprema Corte. São homens e mulheres estudados e preparados, pois a ocupação deles é julgar os acontecimentos acima dos mandões. Me disseram que são muito corretos e que têm uma vida bem discreta (não conhecia essa palavra) e não se misturam muito para não se comprometer com ninguém.

E aqui na Pátria Amada, dois deles estavam se xingando na reunião e tudo sendo mostrado pela televisão. Parecia BBB. E isso, tenho certeza, é só aqui no Brasil varonil. E daí seu Mito, pode?

Terézio, lamento não poder explicar certas coisas. Vamos ficar calmos. A serenidade é um bálsamo para os corações entristecidos e desiludidos e não esqueça: tudo melhora com a chegada das motucas ou botucas e elas estão começando a dar as caras.
Té mais!

P.S. os personagens do Dedo de Prosa são imaginários. Qualquer semelhança com a realidade é pura imaginação.

Alfredo de Pontal

Autor & Editor

O portal Águas de Pontal abre as cortinas para mostrar o grande espetáculo da vida proporcionado pela Mãe Natureza e seus atores: o ser humano íntegro voltado à reconstrução.

 

Não perca nossas publicações...

Inscreva-se agora e receba todas as novidades em seu e-mail, é fácil e seguro!

Desenvolvido por YouSee Marketing Digital - Nós amamos o que fazemos
| Hosted in Google Servers with blogger technology |: